Voltar

Blog

Indique para alguém

Especial Parques de Porto Alegre - Parque Farroupilha

22 de junho de 2016

O mais tradicional parque de Porto Alegre, o Parque Farroupilha, foi doado à cidade pelo governador Paulo José da Silva Gama em 24 de outubro de 1807. O parque, conhecido popularmente por Redenção, nasceu de uma área localizada nos arredores da cidade, passando, aos poucos, a ser cada vez mais envolvido pelo crescimento urbano. Nessa trajetória, testemunhou diversas manifestações políticas, culturais e populares. Recebeu muitos nomes, que ajudam a entender como ele se tornou um dos mais importantes parques urbanos do País.

Em sua história constam, inclusive, touradas, corridas de bicicleta, exercícios militares e é símbolo da libertação dos escravos. Antes de ser chamado de Parque Farroupilha, teve seu nome oficializado como Campos da Redenção, em homenagem à comemoração da abolição da escravatura na cidade, em 1884. No entanto, em 1935, ano da Exposição Farroupilha, o nome oficial passou a ser Parque Farroupilha. Nesta época o parque já estava rodeado de edificações, como a construção dos prédios da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e, mais tarde, do colégio Júlio de Castilhos, que foram importantes estruturas para a contribuição da urbanização ao redor da área.

Diante da falta de manutenção e de fiscalização dessa parte da cidade que possui um patrimônio histórico e ambiental, vem à tona uma questão a ser discutida: o cerceamento de espaços públicos. Para muitos, a medida vai de encontro ao direito de ir e vir do cidadão, pois inibiria a liberdade dos frequentadores, que teriam de obedecer a horários e a outras normas estabelecidas pela administração do local.

Em sua estrutura, o parque possui várias opções de lazer, como o parque de diversões, os passeios de trenzinho e pedalinhos, o mercado do Bom Fim (onde há lojas de conveniências e lancheiras) e a Feira Ecológica (aos sábados). Ainda, nos domingos pela manhã, é comum ver famílias caminhando ao longo de sua extensão, tomando um bom chimarrão e apreciando as opções da feira de artesanato semanal, conhecido como o famoso Brick da Redenção.